Alimentação saudável

Fritura: quais os impactos para a nossa saúde?

Publicado em:

29/1/2024

Atualizado em:
29/1/2024
Fritando batata

As frituras podem ser uma parte tentadora da culinária global, mas o consumo regular e em excesso de alimentos fritos está associado a uma série de impactos negativos na saúde.

Principais Impactos da Fritura na Saúde:

Doenças Cardiovasculares: O consumo frequente de frituras pode aumentar o risco de desenvolver doenças cardiovasculares devido à presença de gorduras trans e saturadas que influenciam negativamente os níveis do colesterol, contribuindo para o acúmulo de placas ateroscleróticas nas artérias.

Ganho de Peso e Obesidade: Alimentos fritos têm alta densidade energética, o que significa que são ricos em calorias. Esse excesso de calorias, se não queimado por meio da atividade física, pode levar ao ganho de peso e obesidade.

Diabetes Tipo 2: Estudos mostram uma ligação entre o consumo consistente de frituras e um aumento no risco de desenvolver diabetes tipo 2, provavelmente devido ao peso da gordura nas frituras na resistência à insulina.

Câncer: Quando os óleos são aquecidos a altas temperaturas, compostos potencialmente cancerígenos, como acrilamida, aldeídos e aminas heterocíclicas, podem se formar. Embora mais pesquisas sejam necessárias, há preocupação em relação a um potencial aumento no risco de câncer associado ao consumo frequente de frituras.

Problemas Digestivos: Comidas fritas são, em geral, mais difíceis de digerir e podem causar desconforto estomacal, principalmente para pessoas com condições como refluxo gastroesofágico, doença da vesícula biliar ou síndrome do intestino irritável.

Hipertensão: Devido ao alto teor de sódio e às mudanças nas propriedades do óleo causadas pelo aquecimento, as frituras podem contribuir para o aumento da pressão arterial.

Impacto na Pele: O consumo excessivo de alimentos fritos tem sido associado a problemas de pele como acne e envelhecimento precoce, provavelmente devido ao estresse oxidativo e ao perfil de gordura dos alimentos.

Dificuldade em perder peso, cansaço excessivo, falta de disposição?
Conheça a experiência LitiHomem-preparando-uma-salada
Quer saber mais sobre o tema:
Alimentação saudável
?
Newsletter Assuntos em Alta

Como Minimizar os Efeitos Negativos:

Moderação: Consuma frituras apenas esporadicamente e em quantidades limitadas.

Métodos de Cozimento Alternativos: Prefira grelhar, assar, cozinhar no vapor ou refogar, que são métodos mais saudáveis e menos propensos a gerar compostos nocivos.

Escolha de Óleos: Use óleos com alto ponto de fumaça e troque os óleos de fritura regularmente para evitar a degradação e formação de compostos tóxicos.

Alimentação Equilibrada: Complementar a dieta com alimentos ricos em fibras, proteínas magras e muitas frutas e vegetais.

Hidroterapia: Fique bem hidratado para ajudar o corpo a eliminar subprodutos potencialmente nocivos do consumo de fritura.

Conclusão: Enquanto comer alimentos fritos ocasionalmente é parte de uma dieta variada, é o consumo regular e em excesso que pode levar a problemas de saúde a longo prazo. Focar em uma dieta equilibrada repleta de métodos de cozimento saudáveis pode ajudar a mitigar os riscos associados às frituras.

Mulher-abrindo-liti-box
Seu copiloto para um novo estilo de vida
Conte com um cuidado contínuo para perder peso e viver com saúde.
Conheça a Liti
Descubra o plano para você
Liti Saúde

Escrito por

Liti Saúde
Artigo em revisão médica
logo-spotifylogo-instagramlogo-youtubelogo-linkedin
Logo-liti
CNPJ: 41.932.733/0001-41
descubra o plano para você