Saúde

Fertilização in vitro: como funciona?

Publicado em:

8/2/2024

Atualizado em:
8/2/2024
Fertilização in vitro

A fertilização in vitro (FIV) é um procedimento de reprodução assistida que envolve a combinação de óvulos e espermatozoides fora do corpo, usualmente em um laboratório, para criar embriões que podem ser transferidos de volta ao útero, com o objetivo de estabelecer uma gravidez.

O processo de FIV envolve várias etapas:

1. Estimulação Ovariana

A mulher toma medicamentos hormonais prescritos para estimular os ovários a produzir vários óvulos maduros. Normalmente, em um ciclo menstrual natural, apenas um óvulo é produzido.

2. Monitoramento e Maturação dos Óvulos

O desenvolvimento dos óvulos é monitorado por exames de sangue e ultrassonografia vaginal. Quando os óvulos estão prontos para a coleta, uma injeção final de hCG ou outro medicamento é administrada para finalizar a maturação dos óvulos.

3. Coleta de Óvulos

Os óvulos são coletados do ovário por meio de um procedimento cirúrgico minimamente invasivo conhecido como aspiração folicular, que é guiado por ultrassom e geralmente realizado sob sedação ou anestesia leve.

Dificuldade em perder peso, cansaço excessivo, falta de disposição?
Conheça a experiência LitiHomem-preparando-uma-salada
Quer saber mais sobre o tema:
Saúde
?
Newsletter Assuntos em Alta

4. Coleta de Esperma

Uma amostra de sêmen é obtida do parceiro masculino ou um doador. O sêmen é processado em laboratório para isolar os espermatozoides de maior qualidade.

5. Fertilização

Os óvulos coletados e os espermatozoides preparados são combinados em laboratório para facilitar a fertilização. Em alguns casos, a injeção intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI) pode ser utilizada, onde um único espermatozoide é injetado diretamente em um óvulo.

6. Cultivo de Embriões

Os óvulos fertilizados (agora embriões) são mantidos em incubadoras onde as condições ambientais imitam o corpo humano. Os embriões são monitorados para garantir o desenvolvimento adequado.

7. Transferência de Embriões

Um ou mais embriões são transferidos para o útero da mulher com um cateter especial através do colo do útero. Isso é geralmente feito sem anestesia e é um procedimento relativamente simples.

8. Suporte à Fase Lútea

Após a transferência do embrião, medicamentos de progesterona são administrados para ajudar a apoiar o revestimento uterino e encorajar a implantação do embrião.

9. Teste de Gravidez

Cerca de duas semanas após a transferência do embrião, é realizado um teste de gravidez para determinar o sucesso do procedimento.

Considerações Importantes

A FIV pode variar em complexidade e custo.

A taxa de sucesso depende de vários fatores, incluindo a idade da mulher, a causa da infertilidade e outras variáveis de saúde.

A FIV pode aumentar o risco de gravidez múltipla (gêmeos, trigêmeos ou mais), o que pode levar a complicações adicionais.

Devido à complexidade e aos desafios emocionais e financeiros envolvidos na FIV, é crucial que os casais busquem aconselhamento e apoio adequado antes, durante e após o tratamento.

Mulher-abrindo-liti-box
Seu copiloto para um novo estilo de vida
Conte com um cuidado contínuo para perder peso e viver com saúde.
Conheça a Liti
Descubra o plano para você
Liti Saúde

Escrito por

Liti Saúde
Artigo em revisão médica
logo-spotifylogo-instagramlogo-youtubelogo-linkedin
Logo-liti
CNPJ: 41.932.733/0001-41
descubra o plano para você